O que é fit cultural e como pode facilitar o recrutamento?

Saiba tudo sobre fit cultural

Dentro de qualquer empresa, a cultura representa os ideais que motivam o desenvolvimento e avanço da companhia no mercado. Ideais esses que devem ser compartilhados por seus colaboradores, para que exista um bom relacionamento no espaço de trabalho e assim seja possível extrair o melhor de cada um da equipe. Mas afinal, qual o papel do fit cultural para facilitar o processo de recrutamento de candidatos?

Formar um bom núcleo de relacionamento, com pessoas que se complementam e têm um foco em comum para trabalhar é o primeiro e mais importante passo para se garantir um fluxo tranquilo e eficiente dentro do ambiente profissional. Existem diversas técnicas que foram desenvolvidas para melhor avaliar e trazer o candidato certo para dentro da sua empresa, e é isso que o fit cultural faz.

Mas se você ainda não sabe o que é fit cultural e como funciona o teste de fit cultural, fique tranquilo, pois tudo será explicado nos mínimos detalhes neste texto que a plataforma de recrutamento Recrud preparou para você. Confira!

O que é fit cultural?

Para melhor visualizar o fit cultural, podemos imaginar que as empresas são grandes caixas onde é possível que se encaixe outras caixas de tamanhos menores, uma após a outra, até que o interior vazio fique completo, sem sobrar nem faltar espaço. 

Os colaboradores de uma empresa são essas caixas menores, que precisam se encaixar não apenas na caixa maior que é a empresa, mas também entre si. É esse “fit” perfeito, ou encaixe, que faz com que o dia a dia e desempenho da empresa seja mais tranquilo e produtivo.

Agora, antes de decidir se o candidato se adequa à cultura da empresa, é preciso primeiro estabelecer bem quais as características e qual é efetivamente essa cultura. Para isso, é preciso analisar quais são os valores que guiam as ações dentro da empresa e como ela quer ser percebida pelo mercado. Quais são os ideais que esta empresa carrega e o que ela busca atingir no futuro seguindo este caminho.

O desenvolvimento de um código de cultura para documentar com exatidão o perfil que a companhia transmite é um ótimo começo. Analise e inclua nesse código qual a missão da empresa, os valores de base que ela segue e que são fundamentais, qual é a postura a ser seguida para trabalhar de acordo com o que a empresa busca e todas as demais crenças. Tudo isso ajuda na hora de estabelecer o perfil do fit cultural do candidato e se ele está apto para aquele ambiente de trabalho.

Como é possível avaliar o fit cultural e decidir quais pessoas são adequadas para a empresa?

Um bom começo é verificar quais são os principais atributos que aquela pessoa está demonstrando, tanto em sua entrevista quanto o que é possível analisar através do currículo. Por exemplo: postura comunicativa, instinto de liderança, habilidade para receber críticas construtivas e lidar com situações de pressão. Todos estes elementos que um candidato tem ou não ajudam a decidir se ele tem o fit cultural para a empresa, variando sempre de cargo para cargo.

Mas também é preciso perceber no seu candidato quais são as qualidades que ele pode aprender dentro da empresa durante a jornada de trabalho. Lembre-se que um novo membro não precisa chegar extremamente experiente, sabendo exatamente como se portar. 

Um integrante com menos experiência, mas que apresenta vontade e determinação em aprender e evoluir, pode agregar muito mais do que alguém que já não se empenha tanto em novas experiências.

Fazer com que as pessoas certas se interessem pela vaga disponibilizada pela empresa é também um caminho para afunilar o processo de seleção e ter um fluxo de pessoas mais adequadas se prontificando para a posição oferecida. Assim, a visualização do fit cultural se torna mais precisa e fácil, já que as opções ficam mais claras. 

Com isso em mente, na hora de fazer pública a vaga, as especificações e descrições são uma ótima forma de alinhar, antes de qualquer interação com o candidato, quais os pontos imprescindíveis para se considerar qualificado a tal vaga.

Utilizando da descrição da vaga para focar em quais são as qualidades comportamentais que a empresa busca, fica mais fácil de se ter um fit cultural, já que o candidato tem uma noção do que será pedido dele dentro do espaço de trabalho, tornando o processo de adequação aos valores da empresa mais simples.

Entrevista de fit cultural

Agora chega a hora de avaliar o fit cultural do candidato através da entrevista. Como fazer isso? Bom, testes e atividades práticas podem ser uma ótima maneira de garantir que você tenha uma visão real de como aquele indivíduo lida com as situações do trabalho e resolve os problemas que lhe são apresentados. 

Através dos resultados, é possível fazer uma análise meticulosa e cuidadosa de como o candidato se saiu e como ele provavelmente vai se portar no dia a dia da empresa.

Já em um momento de conversa, o mais importante é extrair do candidato informações cruciais e sinceras, buscando sempre ir um pouco mais a fundo para tentar entender quem aquela pessoa é, não apenas no ambiente de trabalho, mas também na própria vida, proporcionando assim uma visão mais ampla de quem é aquele candidato. 

Avaliar experiências passadas do candidato, quando elas existirem, é também uma ótima maneira de descobrir como é sua postura dentro de um ambiente profissional.

Assim, a realização do fit cultural pode auxiliar muito na construção de uma dinâmica efetiva e que impulsiona o todo, criando uma comunidade de pessoas que se relacionam bem e que se complementam na hora de trabalhar, dando mais espaço para o crescimento pessoal e profissional de todos os envolvidos no dia a dia da empresa. 

É assim, avaliando os requerimentos de cada posição e encontrando as pessoas que melhor se adaptam a cada situação do fit cultural da empresa que se constrói uma equipe engajada entre si, pronta para avaliar qualquer situação e lidar com as tarefas apresentadas da melhor maneira possível.

Comments are closed.